Resenha – O Ladrão de Raios

Resenha – O Ladrão de Raios

O Ladrão de Raios, de Rick Riordan, é um daqueles livros que surpreendem o leitor após um certo número de páginas. Uma obra que nos faz rever critérios e empolga através de uma história dinâmica, envolvente e curiosa.

Primeiramente, a história de Percy Jackson encanta pela criatividade do autor em transpor os Deuses gregos – e a própria mitologia grega – para os dias atuais. Com uma justificativa bem construída e trabalhada, cria um convívio moderno entre mortais e imortais, seres de naturezas distintas porém repletos de semelhanças.

Depois, traz um enredo diferente e bem escrito. Um título que une elementos fantásticos a um mundo real e apresenta formas diferentes de pensar situações cotidianas, cidades e a própria adolescência. Linhas envoltas em mistérios e muita ação.

Principalmente no início, bem verdade, a obra mostra-se um pouco infantil. Mas quando o leitor se acostuma com a narrativa e é fisgado pelo ritmo da mesma, não para mais. A história cresce, torna-se irresistível e viciante. A sequência de fatos confere um caráter imperdível e a trama passa a honrar, assim, com o que se espera de uma aventura ficcional.

“O Ladrão de Raios” é simples e dono de uma história divertida. Um livro indicado para todas as idades e que garante um ótimo começo para a Série Percy Jackson e os Olimpianos.

Por fim, é entretenimento certo e muita cultura.

Escute o podcast sobre A Mitologia de Rick RiordanLivroCast #003.
LivroCast 004 - Podcast sobre Os Protagonistas de John Boyne

Autor:

Publicitário e administrador por formação, viciado em livros e um músico mal-compreendido pelos amigos. Responsável pela sessão literária do Lokotopia e pelo LivroCast. Tenta ser sempre eclético e levar todos ao fantástico mundo da literatura. Twitter, Facebook e Google+.

aba-share
aba-comentarios