Resenha – Branca dos Mortos e Os 7 Zumbis

Resenha – Branca dos Mortos e Os 7 Zumbis

Resenha - Branca dos Mortos e os 7 ZumbisEra uma vez um autor que resolveu mudar os contos de fada e tirar deles todo o amor. Escreveu, então, sobre maldições, zumbis, psicopatas e bruxas. Reuniu as influências mais sombrias que existem para, paradoxalmente, obter o que menos se esperava: um final feliz.

Branca dos Mortos e os 7 Zumbis é um pandemônium encadernado que adapta as mais famosas histórias infantis a um universo adulto e perturbado. Com o acréscimo de doses cavalares de suspense, mal-gosto e horror, nossos heróis e exemplos de outrora viram aqui caricaturas macabras de uma sociedade pautada no luxo, beleza e demais superficialidades. Releituras que fazem refletir tanto ou mais que as fontes originais.

Ao longo dos 11 contos contidos na obra, anões, porquinhos, garotas encapuzadas, príncipes, reis e outros seres fantásticos se escondem e misturam em uma surpreendente narrativa não-linear. Nela, Abu Fobiya (pseudônimo de Fábio Yabu) suplanta expectativas e preenche de tripas e sangue as tão bem acabadas páginas deste volume.

Assim, através de uma leitura fácil, rápida e contagiante (quem nunca quis ver o príncipe se dar mal ou versões menos felizes dessas histórias?), descortina-se um universo que extrapola um ou outro capítulo. Os personagens e desgraças fluem, as linhas mais inimagináveis provam-se conhecidas e o mal surpreende ao mostrar suas garras.

Os contos, antes de fada, viram de bruxas.

Com uma roupagem mais atraente, suja e moderna, o leitor chega, enfim, a um feliz desfecho. Uma pena que nada termine bem para os personagens envolvidos.

Escute o podcast do livro Branca dos Mortos e Os 7 Zumbis: LivroCast #013.

LivroCast 013 – Podcast do Branca dos Mortos e Os 7 Zumbis

Autor:

Publicitário e administrador por formação, viciado em livros e um músico mal-compreendido pelos amigos. Responsável pela sessão literária do Lokotopia e pelo LivroCast. Tenta ser sempre eclético e levar todos ao fantástico mundo da literatura. Twitter, Facebook e Google+.

aba-share
aba-comentarios