LivroCast 027 – Clube da Luta

LivroCast 027 – Clube da Luta

Livrocast 027 - Podcast sobre o livro Clube da Luta do autor Chuck Palahniuk

Sejam todos muito bem-vindos ao LivroCast número vinte e sete. No podcast de hoje, Marcelo Zaniolo (@celo_zaniolo), Diego Lokow (@Lokow), Ramon Andrade (@SrTaberneiro) e Andrey Lehnmann (@clickfilmes) falam sobre o autor Chuck Palahniuk o Clube da Luta.

No LivroCast 027: Quem é o autor, o caminho que ele percorreu até ser conhecido, diferença entre livro e filme, a crítica inserida na obra e muito mais.

Tempo de Duração: 71 minutos.

Comentados no Programa

Compre o Livro Comentado no Episódio de Hoje

Links da Saraiva

Links do Submarino

Links da Livraria Cultura

Críticas, Sugestões e Dúvidas

Lokotopia no Facebook:

LivroCast no Facebook:

Outros Links:

Informações Sobre o Episódio

Aperte o play no topo da página para ouvir o LivroCast ou clique com o botão direito em download e escolha a opção “Salvar Destino Como” para baixá-lo em seu computador.

Autor:

Publicitário e administrador por formação, viciado em livros e um músico mal-compreendido pelos amigos. Responsável pela sessão literária do Lokotopia e pelo LivroCast. Tenta ser sempre eclético e levar todos ao fantástico mundo da literatura. Twitter, Facebook e Google+.

aba-share
aba-comentarios
  • Amanto Moura – 20 anos – Recife/PE – Blogueiro no Tedio Social (http://tediosoc.blogspot.com)

    Vamos por partes: Começando pela trilha sonora como sempre. ADOREI Red is the New Black deixando o Cast mais lindo; Clube da Luta tá na minha wishlist há muito tempo, tenho adiado assistir o filme já por conta de spoiller, e prefiro ler pra depois assistir. Não sabia que Jared participa do filme “não é só um cara loirinho bonitinho É JARED LETTO” Diego pls HAHAHAHAHA.

    ~~Ah, to sentindo falta das piadocas do sr Lokow~~

    Abs :D

  • Gabriel

    Muito bom o cast, não sabia que Clube da Luta era inspirado num livro, e nunca tinha ouvido falar do autor. O filme é fenomenal, um dos melhores que já vi, que nos faz rever valores do que nos molda como pessoas, sobre consumismo, e nossa relação com o sofrimento e a dor. Vou ler o livro com toda certeza. Obrigado pela dica e pelo ótimo podcast.

    Gabriel Rodrigues, 22 anos, estudante de economia, Ribeirão Preto – SP

    • Muito obrigado por comentar, cara. Que bom que tu gostou do cast, e melhor ainda que conseguimos te motivar a ler o livro. Vá atrás e depois volte pra dizer o que achou, tenho certeza de que você não vai se arrepender. Abraço! o/

    • Guest

      Gabriel, MUITO obrigado pelo comentário, cara. É legal saber que pessoas como você, também do mundo literário, por assim se dizer, gostam do nosso trabalho e tentativa de debater sobre livros. Esse apoio é muito importante. Então, espero mesmo te encontrar por aqui mais vezes, e aguardo uma sugestão sua de leitura. Forte abraço! o/

  • rafOoliveira

    Cast fódastico! Vocês me trouxeram coisas novas sobre a minha percepção do filme. Aqui, encontrei informações sobre o autor da história que não encontrei em nenhum outro cast sobre Clube da Luta. Parabéns pessoal!

    • Muito bom saber disso, amigo! Espero que continues nos acompanhando e que, se puder, nos sugira temas. Sempre bom agradar nossos ouvintes! Abraço o/

  • Marcelo e Diego,

    Excelentíssimo cast! PQP! Foda demais!

    Papo inteligente, opiniões consistentes e uma dose de fracasso humano inacreditável!

    Só assisti ao filme e minha vontade de ler um livro só cresceu graças a este episódio. Sobre o que foi comentado sobre as interpretações do livro: já imaginou quanto vazio precisa ser um ser humano para precisar sentir dor para poder sentir alguma coisa? Hoje existem diversos casos assim, pessoas que se afogam no consumismo, na bebida, nas farras… sempre procurando ultrapassar os limites para tentar tirar alguma satisfação daquilo.

    Um psicanalista disse certa vez que estamos vivendo um “imperativo do gozo” (não pensem safadeza, ou pensem… sei lá!), ou seja, precisamos sempre estar felizes, sempre estar satisfeitos, sempre estar por dentro das novidades… não se admite que alguém diga que está triste, numa sociedade como a nossa a tristeza é sempre associada com depressão e, por isto, deve ser tratada com remédio, como o soma do Admirável Mundo Novo. Às vezes fico pensativo e minha esposa logo indaga: “O que foi? O que te preocupa?” Acho estranho, pois sempre fui uma pessoa introspectiva e pensar, refletir faz parte de mim, nem sempre quando me pego olhando para o vazio significa que estou “preocupado”, mas apenas pensando.

    Por isto livros como O Clube da Luta chocam tanto as pessoas a ponto de muitas usarem a desculpa da violência do filme para não enxergar a real mensagem. É uma forma de sublimar a verdade.

    Todos precisam chorar, sofrer e ter frustrações. O mundo está ai como um desafio não como um presente. Precisamos usar nossas próprias forças para vencer, para nos superar. Nada vem fácil e isto está muito impregnado no discurso do brasileiro através do “jeitinho”. Sempre há um “jeitinho”, mas fácil e mais rápido para alcançar determinado objetivo. Quando vemos uma história de sucesso, ninguém quer saber o quanto que a pessoa precisou errar para chegar lá, mas todos querem o “jeitinho” para alcançar o sucesso.

    Em um vídeo, Silvio Santos comentou que nada vem fácil, e se houver algo que venha sem esforço, sem sacrifício não vale a pena. Alcançar seus próprios objetivos não desistir do sonho é difícil quando todos dizem que você precisa fazer isto ou aquilo para ter dinheiro ou ser bem sucedido como o fulano de tal.

    Hoje sou um funcionário público frustrado. Tenho estabilidade, tenho um bom salário, mas não estou feliz, pois faço algo que não gosto e a cada dia que entrou no meu local de trabalho sinto que uma parte de mim definha, pois cai neste discurso. Que eu precisava “estudar, entrar numa boa faculdade, arrumar um emprego público, para não ser demitido”. Mas do que adiantou? Estou insatisfeito e vivendo os dias há espera do final de semana, do feriado, das férias…

    Porém não desisti, resolvi mudar de vida e contra tudo e contra todas as lógicas impostas pela nossa sociedade hoje estudo formas e maneiras de sair da “corrida dos ratos”, como disse Robert Kiyosaki em Pai Rico e Pai Pobre. E não tenho dúvidas que chegarei lá.

    Obrigado por mais este LivroCast.

    Desculpas pela sessão psicanálise acima, mas o cast me tocou neste ponto.

    Ah! E obrigado por linkar nosso post.

    31 anos
    Caruaru-PE
    Host do CabulosoCast

  • Brunín Assis

    Fala galera do LivroCast,

    Como é meu primeiro comentário por aqui, deixa eu me identificar. Meu nome é Bruno Assis, tenho 23 anos, sou de Belo Horizonte e estudo jornalismo. Tenho um site de literatura (http://praler.org/), além de ser podcaster no Papo di Minero.

    Clube da luta está naquela categoria de filmes que eu preciso assistir todo ano para ser uma pessoa melhor. Eu só descobri que era um livro quando a editora Leya relançou e não comprei ainda porque acho a capa muito feia (sou desses que julga o livro pela capa). Porém estou com muita vontade de ler, principalmente para entender melhor algumas coisas que vocês comentaram no cast, como a forma que o autor descreve a loucura crescente do Narrador e o final, que é diferente do filme.

    Eu concordo muito com o que o Lucien disse no comentário dele, que as pessoas usam a violência do filme/livro para não enxergar a real mensagem dele. Na verdade, as lutas são apenas um artifício usado para descontar as frustrações diárias daquelas pessoas. Podia ser um clube do golfe, como foi comentado, ou um clube do PS3. A luta causa mais impacto por ser uma forma direta de extravasar a raiva, com mais testosterona envolvida. Isso choca, porque não é normal as pessoas saírem brigando por aí só por brigar. Mas é a sociedade e o modelo de vida que faz isso com as pessoas, que as levam a isso. Ou seja, a análise do filme/livro é muito mais densa do que apenas a violência que ele mostra.

    Parabéns pelo cast, as discussões foram muito boas. Abraços.

  • Nayara

    Nossa cara, melhor cast de todos os tempos! EU AMEI, prometi um post enorme, mas não tenho nem o que falar, melhor, digitar hahaha!! Ficou muito bom mesmo, mandaram muito bem, continuem assim!

    Nayara Valadares, 21 anos, Belo Horizonte MG

    • Sei o quão difícil é as vezes falar das nossas obras favoritas! Hehe… Então não se preocupe. Obrigado pelo comentário, volte mais vezes e nos indique livros! o/

  • Rapaz, gostei demais do cast. Lembro que acabei achando uma fita do Clube da Luta nos espólios que recebi na república. Conhecia de nome o filme, mas tinha evitado de vê-lo justamente por tanta gente babar tanto pelo filme. Enfim, numa tarde comum de meio de semana, acabei vendo o filme e fiquei duas horas embasbacado, o filme tinha mudado algo em mim. Tempos depois acabei conseguindo o livro. Devorei, consegui lê-lo em três dias e como muitos tinha lá meus momentos de querer acabar com tudo e largar aquela vida empacotada que me vendiam como felicidade. Hoje em dia tenho o cuidado de entender o que eu gasto, porque eu gasto e vejo sempre que meus clientes chegam no consultório angustiados por esta vida que lhes é vendida, mas com padrões tão exagerados, que acabam destruindo os sujeitos. Adorei o Cast, como o livro e o filme foram tratados e com certeza vou ouvir todos os outros casts.

    1 – Cantiga de Ninar é um livro ótimo, gastei menos tempo ainda que o Clube da LUta para ler.

    2 – Guts é muito bom e bem tenso mesmo, entendo como pessoas mais sensíveis acabam surtando com ele. segue um link com a tradução: http://forum.outerspace.terra.com.br/index.php?threads/guts-chuck-palahniuk-com-palavras-pertubadoras.4659/

    Jardel Maximiliano, 28 Anos, Psicólogo Social e Clínico, São Vicente de Minas – MG

    • Meu caro, você leu Guts? O Andrey que participou do cast falou que leu e o quaõ dura é a leitura! Hehe… Só que acabei cortando do episódio por motivos de spoiler. Preferi evitar. E que bom que compactuas conosco quanto a qualidade desse livro / filme. Muito obrigado pelo comentário e pelo link. E esse “Cantiga de Ninar” é dele? Comprei um chamado “Sobrevivente”, e estou muito anisoso para ler. Abraço! o/

      • Rapaz, o Cantiga é Muito bom! Como todos os livros do Chuck é bem Malucão. São duas histórias paralelas: A de dois sujeitos que viajam procurando casos estranhos e a de um sujeito que descobre que ao lembrar de uma canção especifica, a pessoa em que ele pensar morrerá. E esta canção está presente em um livro de canções de ninar. Logo ele parte em busca de todos os exemplares do livro para destruí-los.

        O Sobrevivente foi o último que lí deste autor. Fluiu bem a leitura e tem umas sacadas bem interessantes. Assim como no Clube da Luta ele indica ingredientes para produção de bombas, neste ele ensinas dicas envolvendo trabalhos domésticos: como retirar manchas, como cuidar melhor da casa e etc. Muito bacana e o livro me surpreendeu bastante pelo desenvolvimento do personagem principal. Ele é membro de uma seita e na data especifica em que todos os membros deveriam cometer suicidio, ele e muitos outros não o fazem. Ai muita coisa rola e você não imagina os rumos que a história leva. Vale a leitura!

        Abraços e muito obrigado pela qualidade dos casts.

        • Ansioso demais pra ler mais coisas do Chuck. E que que é isso, cara! Eu que agradeço por teres tido a paciência de tirar uma dúvida minha! Hehe… Vou ler o “Sobrevivente”, que já tenho, e depois procuro o “Cantiga de Ninar”. Forte abraço! o/

  • Putz, esquecí de citar que sou um dos redatores do Manual Prático do Canalha Sentimental : ocanalhasentimental.wordpress.com

  • Fala, Bruno, tudo certo? Muito bem-vindo ao LivroCast, amigo. Esperamos te agradar mais vezes! Hehe… Quanto a capa do livro, é uma com o sabonete na frente? Acho que é a capa do filme. É a que eu comprei, e, confesso, não sei se existe alguma outra… De todo modo, é um livro que vale a pena ser lido. Eu meio que resisti no início por achar que seria igual, mas acabou que superou o filme. Então compre, não se acanhe. E daí, depois de ler, volte aqui pra nos dizer o que achou. Quanto a sua visão sobre a violência, concordo. O que mais importa no livro é a crítica mesmo, e não a luta em si. Obrigado por todo o feedback positivo, e espero te encontrar por mais vezes aqui. Forte abraço! o/

  • Bem, Não sei se foi o Melhor, mas é um dos melhores podcasts que vocês Fizeram. Estou sem poder ouvir podcast com o dia completamente atarefado, mas quando li o Título deste podcast eu fiquei acordado até às 01:00 da manhã pra ouvir, sendo que eu tenho de acordar às 5:00.

    Acho que O Clube da Luta se enquadra em Um livro que daqui a 100/200/300 anos vão falar: “É um Clássico da Literatura”. Conheci primeiramente o livro, na verdade foi um Xerox com o livro e só depois eu assisti o filme. Achei o livro muito confuso, mas direto… depois assisti o filme e fiquei com miolos pregado na sala de cinema… voltei a ler o livro e reli.. e reli… e reli… reli….. Tenho este livro como um dos melhores livros que eu já li. Gostei muito do podcast e a forma visceral e direta, assim como um soco no estômago, este livro realmente marca qualquer um que o lê. Espero que muito compartilhem deste ponto de vista comigo..

    Acho que, pra mim, tenho: Clube da Luta, 1984, Ulisses, Admirável mundo Novo e A Revolta de Atlas como os maiores livros do Século XX.

    Parabéns senhores conseguiram me maravilhar com a qualidade e a pureza em passar informação sem estragar a experiência de quem ainda vai ler o livro.

    • Esqueci de dizer…. não me chamo Daniel, Meu nome é Robert Robert Paulson…Robert Paulson… Robert Paulson…

      • Tá certo, se tu diz… Hahaha! Serás creditado como Robert x)

    • Um dos melhores que fizemos? Cara, não sabes como é bom ler isso de um cara que nos acompanha a tanto tempo. Muito obrigado por comentar, sempre apoitar e, acima de tudo, conseguir ter tempo para nos ouvir. É um prazer te ter como ouvinte. Confesso que eu não conhecia o livro nem o autor, mas concordo com você quando diz que o livro será um clássico em “pouco” tempo. E gostei da sua sugestão de livros. Quem sabe não combinamos um deles pra gravares conosco? Forte abraço, amigo. Obrigado mais uma vez! o/

  • Galera, se o objetivo de vocês era me convencer a ler o livro, parabéns! Objetivo alcançado!
    Queria parabenizar vocês pelo cast, foi o primeiro que eu ouvi e vou correr atrás do tempo perdido.

    Quanto ao livro, realmente tenho o hábito de ler antes de ver o filme. Quando acabo vendo o filme primeiro, às vezes me desanimo em ler… Mas vendo a motivação de vocês e sabendo que o final é diferente esse desânimo acabou e o livro já está na minha lista para ler!

    Um abraço, galera! E pretendo voltar!

    Gabriel Gaspar, 27 anos, militar, escritor, podcaster e colunista do HomoLiteratus

  • Daniel Cavalcanti

    Faaaala Marcelo E Diogo!

    Achei muito bom o fato do livro ter um final diferente do filme. Ainda não li, mas certamente isso é um baita atrativo. Se os outros livros do Palahniuk tiverem essa pegada “crítica”, vou ler com certeza!

    Um abraço, e mais uma vez parabéns pelo EXCELENTE programa. Pouco são os podcasts que eu consigo acompanhar fielmente, assim que saem do forno, e o Livrocast é o único a estar em dia no meu telefone (tirando o Enquadrando rss)!

    Sou fã de vocês. Tudo de bom, e baixando aqui o do Game of Thrones… rs

    Daniel, professor (e podcaster), 24 anos, Rio de Janeiro – RJ

    • Fala, Daniel, beleza? Fico feliz que acompanhes a gente, cara, porque o Enquadrando sai e eu dou play aqui! Hahaha… E se gostas do filme, te indico MESMO que leias o livro. Quem sabe não curtes o estilo do autor (como eu curti) e passa a ler mais obras dele? Muito obrigado pelo comentário, e temos que combinar de gravar mais vezes. Forte abraço! o/

  • brunombardi

    Bruno Lombardi – 26 anos – diagramador – Paulista/PE

    Sugestão de livro: Fundação – Isaac Asimov (vocês realmente tem que ler!)

    Estou um pouco atrasado, mas finalmente consegui ouvir o episódio inteiro. Ficou espetacular! Parabéns pela escolha da trilha sonora e pelos convidados, que contribuíram muito bem para o desenrolar do podcast.

    Não sei dizer quem disse, mas um dos convidados cita alguns livros do Palahniuk e fala em “Mais Estranho do que a Ficção”. Este livro foi adaptado para o cinema num filme com o Will Ferrell? Se sim, terei que acrescentar ele e o Clube da Luta na lista de compras, porque o filme é sensacional, muito original mesmo.

    Assisti ao filme do Clube da Luta uma única vez e, como vocês mesmo disseram, talvez lendo o livro eu consiga entender todos os conceitos que eles abordam… o que me leva a uma constatação: vocês realmente irão me falir, mas é por uma boa causa, rs.

    Enfim, parabéns por mais um episódio brilhante. Muito sucesso a vocês!

  • Pingback: Julgando Pela Capa - Clube da Luta - Lokotopia()

  • Pingback: Resenha - Clube da Luta - Lokotopia()

  • Oi pessoal!
    Muito legal o episódio!
    Assisti o filme faz anos, vou ver se assisto de novo… Agora, quanto a ler o livro, talvez eu demore um pouco, ando bem enrolado pra ler. Rs…
    Valeu pelo cast, abraços!

  • Luiz Luna

    Muito bom o podcast.

    Baixei alguns para ouvir no ônibus e fiquei com vontade de vir comentar este aqui.

    Eu sou um leitor do Palahniuk a um bom tempo, mas só ano passado pude ler Clube da Luta. Apesar de ter um gosto muito maior pelo filme, é evidente que o livro também é muito bom. As mesmas coisas que deixam evidente o final no filme estão lá de outra forma, e acompanhar tudo de dentro da cabeça do narrador cria uma confusão muito grande, mas que é levada de uma forma muito boa.

    Falando do escritor em si, acho que ele poderia ter um episódio só dele porque tem muita história boa, mas acho que não chega a ser tão conhecido a esse ponto. Ele é muito consistente com o estilo, o que eu acho muito bom porque o estilo dele é ótimo, rápido e deixando marcas. O problema é que ele também é repetitivo com estrutura. Os personagens dele acabam meio que se repetindo, assim como alguns temas e a forma como são apresentados.

    Acaba ficando um pouco difícil de se surpreender com o final por já se esperar algo surpreendente.

    O Cantiga de Ninar e o Assombro são meus livros preferidos dele e os que chegam mais perto de ser algo novo.

    Acho que não vale ler vários livros dele sequenciados, mas que dá pra aprender muito sobre escrita lendo os livros dele.

    Continuem com o bom trabalho. Vou ver se recupero meu tempo e escuto os casts mais antigos agora.

    • LivroCast

      Fala, Luiz, tudo bem? Cara, obrigado por comentar, e eu espero sinceramente te ver por aqui mais vezes, viu?
      Sobre seu comentário, eu só li o “Clube da Luta” ainda. Tenho em casa “O Sobrevivente”, se não me engano, mas ainda não tive tempo e oportunidade para lê-lo. O estilo do autor me atraiu muito e devo sim buscar mais coisas dele depois disso, e quem sabe seja mesmo uma boa pauta falarmos de toda a obra do Palahniuk. Se isso acontecer, entretanto, será mais para frente. Temos ainda muita coisa boa pra abordar aqui no LivroCast, e posteriormente retornar a outros excelentes escritores.
      Quanto a escrita do autor, particularmente aprendi muito com ela. Mesmo. E só posso concordar com tudo que você disse.
      Forte abraço e até a próxima! o/

  • Pingback: LivroCast 029 - Morte Súbita - Lokotopia()

  • OLucasConrado

    Lucas Conrado, 24 anos, repórter e podcaster no Papo di Minero, Rio de Janeiro

    Fala, pessoal, tudo bem?

    Primeiro, a capa do livro O Clube da Luta que o Brunín não gostou foi mesmo essa do sabonete com as manchas de sangue. Ele passou um fim de semana aqui no Rio e fomos à livraria. Quando ele olhou a capa, me disse “se a capa fosse mais bonita, eu compraria o livro” (relativo ao comentário que ele deixou em algum lugar).

    Comecei a ouvir o podcast, mas, quando vocês falaram que ele teria spoilers, parei. Sim, não vi o filme e não li o livro. E tenho uma leve noção do que seja a história, mas prefiro me surpreender quando vir o filme ou ler o livro.

    Aí volto pra comentar aqui!

    Abraço!

    • LivroCast

      Caraaaaaaaaca, cara, SÉRIO? Missão pro fim de semana. Veja o filme, leia o livro. Vai por mim, você não vai se arrepender e vai querer assistir / ler de novo só pra ver se realmente entendeu a história! Hehe… Em tempo, que bom que falamos que teria spoilers leves, então.
      Sobre a capa, gosto dela. Talvez por saber o valor que o sabonete / sabão tem no universo do Clube da Luta. Aguardo ansioso por um feedback teu. Obrigado pelo comentário e forte abraço, amigo! o/

  • Ruhan Gohan

    Ótimo podcast.

    Fiquei bem interessado no livro depois do episódio.
    Vai para minha lista.

    E, respondendo a pergunta, que não lembro se foi desse episódio, eu respondo que escuto vocês para conhecer novos livros e novos autores.
    Então, na maioria dos programas, eu ainda não li o livro.

    • LivroCast

      Opa, amigo, muito obrigado por seu comentário e resposta. Ela é importante para decidirmos quais serão os próximos episódios! Hehe… Espero que gostes da leitura e do filme, se ainda não o viu. Grande abraço! o/

  • Douglas Amancio

    Excelente cast! Nunca tinha me interessado pelo filme e nem sabia da existencia do livro.. agora fiquei com vontade de no minimo assistir o filme, o livro vai ter que entrar na longa fila..
    Respondendo a pergunta: Prefiro ouvir os casts dos livros que ja li, mas estou ouvindo todos e nao tenho me decepcionado com nenhum.. Esta sendo otimo descobrir novos livros tao bem abordados.. o ruim eh que ja nao tenho mais onde colocar livro.. hahaha

    • LivroCast

      Opa, amigo! Tu nunca viu o filme? Veja, urgente! Pelo menos o filme, que certamente terás que assistir duas vezes para acreditar no que tu realmente viu! Hehe… Depois disso, se puder (e eu te indico muito) leia o livro. Uma das leituras mais espetaculares que tive no último ano. Obrigado por comentar e por responder nossa pergunta. Espero que concordes com nossas opiniões e que, ouvindo a gente, conheças muitos autores que valham a pena serem lidos. Grande abraço! o/

  • Wilson Brancaglioni

    Meu Nome é Wilson Brancaglioni, São Paulo/SP, Bancário e 38 anos
    Diego e Marcelo,
    Tudo bem?
    Assisti ao filme após ouvir este podcast e achei fantástico, além, de uma vontade imensa de ler o livro. Comprei o livro e já terminei de ler. A temática é fantástica, pois retrata de maneira simples o consumismo que vivemos na qual somos quase obrigados a adquirir produtos e serviços que na maioria das vezes não usamos. Apenas para fazer parte de um grupo social. Adorei o podcast e vocês realizam um excelente trabalho. Parabéns a vocês.

    • LivroCast

      Boa tarde, amigo, tudo bem? Em primeiro lugar, peço desculpas. Geralmente demora um pouco até eu conseguir responder todos os comentários, mas dessa vez acho que exagerei. O motivo é que seu comentário havia caído na caixa de spam sem o menor motivo, e só hoje pela manhã é que liberamos ele. Então, prometo que isso não vai se repetir. E vamos ao comentário em si! Hehe… Muito obrigado por nos ouvir e, principalmente, por comentar. Essa é a parte mais bacana em se ter um podcast. Fico feliz em saber que você gostou do episódio e que nós te motivamos a ler e assistir o filme. Certamente, o Clube da Luta, em ambas as mídias, é um dos títulos mais importantes da minha vida. Espero te ver mais vezes por aqui, amigo. E que você continue nos acompanhando. Grande abraço e um excelente resto de semana! o/

  • Pingback: Clássicos do Cinema - por Josh Cooley - Lokotopia()

  • Pingback: JPC Cast 006 - Os Impostores e No Escuro - Lokotopia()

  • Pingback: CabulosoCast #93 - O livro é bom e o filme também! | Leitor Cabuloso()

  • Pingback: JPC Cast 015 - O Sol Desvelado e Sobrevivente - Lokotopia()

  • Pingback: LivroCast 050 - Condenada / Maldita - Lokotopia()